BLOG

Como criar um blog de coaching de sucesso? Parte 2


Ferramentas Tech
23 de junho de 2016 • ,

Hello Coaches

Você está aí pensando em criar um blog de coaching mas não sabe por onde começar?

Então seus problemas acabaram!

No post de hoje continuamos com a segunda parte do nosso Guia Completo de como Criar um Site ou Blog de Coaching e nesse artigo vamos focar na criação do seu blog de coaching.

No post anterior nós falamos sobre as diferenças entre site e blog, se você ainda não leu poderá ler aqui:

Artigo: Como Criar um Site ou Blog de Coaching de Sucesso – Parte 1

Mas antes de começarmos quero te contar algo muito importante. Se você quer consolidar seu nome ou sua marca na internet e quer que as pessoas conheçam o seu trabalho é preciso que você se atente aos dois C`s:

1 – Conteúdo
2 – Consistência

Você conhece a Tia Constância?

Muitos coaches ainda travam no primeiro C que é a geração de conteúdo, talvez por acharem que não têm conhecimento suficiente para compartilhar com as pessoas, eles acabam caindo na armadilha que costumo falar ser o ciclo da falência onde nunca param de comprar mais e mais cursos de formação.

E não interessa o quanto você aprenda. Sempre uma pessoa saberá mais que você sobre determinado assunto.

E foi por isso que comecei a compartilhar tudo o que eu sei e aprendi nesses anos atuando exclusivamente na internet, pois por mais que eu ache que não sei, o mundo funciona assim:

  • Sempre vou encontrar pessoas que sabem MENOS do que eu sobre X,Y e Z.
  • Sempre vou encontrar pessoas que sabem MAIS do que eu sobre A, B e C.

Pronto.

Então ao invés de focar no que eu ainda não sei sobre A,B e C e querer aprender t-u-d-o decidi focar as energias no X,Y e Z que é o que posso oferecer nesse momento. E garanto que muitas pessoas serão beneficiadas com esse conhecimento.

E foi por isso que decidi criar esse blog também. Ele me força a ser minha melhor versão a e vencer a batalha diária com a Tia Constância.

A Tia Constância está sempre ali me lembrando do que preciso continuar para que o meu trabalho seja reconhecido.
A Tia Constância é direta e sempre me lembra que as pessoas de sucesso são as que terminam o que começam.

E conforme venho estudando vejo que as pessoas de sucesso seguem muito bem a Tia Constância. Eles escutam o que ela fala e estão ali, agindo todos os dias mesmo que na primeira vez não esteja bom. Eles continuam pois é com a prática que nos tornamos nossas melhores versões.

Você quer que seu trabalho seja reconhecido na internet?
Você quer que os clientes te procurem para fazer coaching com você sem que você precise ficar caçando?
Você quer impactar mais pessoas usando o poder da internet?

Pessoas de sucesso terminam o que elas começaram. Manter a consistência de suas ações é parte desse caminho.

criar um site ou blog de coaching

As 5 Ferramentas Tech Essenciais para Criar um Blog de Coaching

Nesse post teremos algumas informações um pouco mais técnicas do que é preciso contratar para dar o pontapé inicial no seu blog.

Passo 1 – Domínio

O primeiro passo é você comprar um endereço na internet, o que chamamos de domínio.

Dica 1: Dê preferência para adquirir o seu domínio pelo registro.br pois ele é o site oficial de registros de domínio no Brasil, ou seja o seu .com.br você contrata por lá.

Hoje o valor está em R$ 30,00 anual. Você paga uma vez e renova daqui a um ano. Quando a renovação está para expirar, você recebe um email avisando.

Se você é um coach e está começando agora, recomendo você começar fortalecendo seu branding pessoal, ou seja seu nome.

Dica 2: Procure comprar o seu nome + sobrenome lá no registro.br.

Eu optei por usar bydayse ao invés de daysegalhardo por achar meu nome completo muito complicado para as pessoas digitarem, ainda mais que o meu nome tem uma variedade enorme de interpretações quando eu falo. Mas de qualquer maneira eu comprei os dois.

Caso seu nome não esteja disponível, então tente variações como seunomecoach.com.br. Utilize o coach após o seu nome. Afinal você é você antes de ser coach.

Passo 2 – Hospedagem

O que é hospedagem? Para que eu preciso dela?

Essa é uma dúvida muito comum que todos tem.

Como falei para você, o seu domínio é o seu endereço na internet.
Entenda como esse endereço, sendo o endereço da sua casa. Se a pessoa tem esse endereço em mãos, então ela pode ir até você para te encontrar.

Só que de nada adianta a pessoa chegar lá e não ter um local físico pronto. Ou seja a sua casa.

Se você não tem uma casa, seu cliente não consegue entrar em contato com você pois ele não te vê e nem sabe como deixar algum recado para você.

Então o serviço de hospedagem é onde você compra a estrutura básica para construir a sua casa, para que você associe isso com o seu endereço.

Seria como se eu tivesse comprado um terreno (domínio) e agora contratei a estrutura da minha casa (hospedagem).

Você gostaria de ter o seu email personalizado como contato@seunome.com.br?

Se você quer ter um email personalizado então você precisará adquirir uma hospedagem pois isso já vem embutido na contratação desse serviço. Após você escolher um serviço de hospedagem você poderá criar inúmeros emails @seunome.com.br. Nesse artigo eu falo um pouco mais como você, após ter contratado seu domínio e sua hospedagem poderá ter seu email personalizado no gmail.

Hospedagens que eu recomendo:

Uniquenet
Essa é a hospedagem que eu utilizo e é totalmente brasileira. Eu já usei vários serviços de hospedagem alguns eu gostei, outros nem tanto.

Eu sempre falo que se você está começando e não sabe nada, um bom suporte fará uma grande diferença nessa sua jornada. E o suporte da Uniquenet para mim é o melhor.

Eles são rápidos e estão sempre prontos para nos ajudar. Se os seus planos são grandes, como lançamentos de cursos online recomendo escolher uma hospedagem de boa qualidade. Afinal esse é um processo chato para você ficar fazendo mudanças de uma serviço para o outro.

Hostigator
Já utilizei e recomendo também para quem está começando. Existem planos bem baratos e muitos tutorias na internet que usam como serviço de hospedagem o hostigator.

Eu só cancelei o Hostigator porque fui para Uniquenet onde me ofereciam uma exclusividade de atendimento.

Após você escolher qual dessas você vai contratar, você vai informar na sua hospedagem para qual domínio você vai usar. No caso se você comprou o domínio seunome.com.br lá no registro.br agora você também vai informá-lo no momento da contratação da sua hospedagem para que a casa seja construída no endereço certo. ?

Passo 3 – Plataforma de Blog

Agora que você já tem o seu endereço e já contratou a empresa que te oferece o alicerce da sua casa é hora de começar a construir suas paredes e tetos.

E assim como existem vários modelos de casa, também existem várias plataformas de site e blog.

A mais recomendada é sem dúvida o WordPress. Portanto nada de escutar aquele seu amigo que acha que sabe de alguma coisa de internet e tem um site no wix.

Se você está construindo um negócio sério, então WordPress é o melhor caminho a seguir.

O WordPress é a plataforma de sites/blogs mais utilizada no mundo, e o que você quiser saber sobre essa plataforma encontrará uma gama enorme de conteúdo relacionado no Google. Além é claro que a contratação de mão de obra é muito vasta.

Ao contratar a sua hospedagem, você já tem essa plataforma incluída no seu pacote seja ele qual for. Basta solicitar a instalação do WordPress para o seu domínio.

Apesar da instalação ser bem simples, na Uniquenet você tem o diferencial do Suporte fazer isso para você. Basta solicitar que isso seja feito no momento da contratação do seu plano.

Nas outras hospedagens esse serviço é feito pelo próprio contratante, ou seja você. Então se você não saca nada disso. Melhor ter um suporte especializado fazendo isso para você.

criar um site ou blog de coaching

Passo 4 – Tema do Blog

Até agora você já tem:

  • Seu endereço (domínio)
  • A empresa que construiu o alicerce da sua casa (hospedagem)
  • A estrutura base da casa (WordPress instalado para o seu domínio)

É hora de deixar essa casa de um jeito especial, ou seja com a sua cara.
Então para isso você precisará escolher as cores e os detalhes da sua casa.

No WordPress nós chamamos isso de Tema.

Existem uma infinidade de temas para você criar um blog com o WordPress. Desde temas gratuitos até temas pagos.

A diferença entre os temas gratuitos e pagos do WordPress são as funcionalidades extras como: poder mudar as cores, os formatos de janelas, dos botões, disposição dos elementos, etc. Então obviamente que os temas pagos trarão uma flexibilidade maior para você personalizar o seu blog.

E não podemos esquecer que blogs são ótimas fontes de captura de email. Nesse post aqui eu dou algumas dicas de como conseguir emails de seus leitores com blog.

Dica: Procure utilizar temas que sejam responsivos, ou seja, se você abrir o seu site no seu desktop, no seu celular ou em um tablete ele não ficará desconfigurado e manterá a mesma estrutura. Hoje o Google faz esse tipo de exigência para que o seu conteúdo possa ser encontrado nas buscas.

Temas de Blog que eu recomendo:

Conversion WP

Esse é um tema maravilhoso e simples de configurar. Além é claro de ser focado em captura de e-mails o que é fundamental nesse momento que você quer capturar pessoas para a sua lista de emails.

Eu configurei facilmente dois sites de duas coaches com esse tema:

Regina Perdigão – Viva no Azul Você Também
Claúdia Teles – Mãe Mais Feliz

Esse tema é de um brasileiro que entende muito de marketing digital e que construiu um tema muito bom para WordPress. Na área de membros tem vários vídeos explicando como você pode instalar e configurar esse tema com todos os detalhes.

Passo 5 – Email Marketing

Como disse no passo anterior o blog é um ótimo meio de você capturar emails de pessoas que chegaram até ali e gostaram do que você pode oferecer.

E para que você possa capturar o email dessas pessoas, e depois se comunicar com elas você vai precisar de um sistema de email que controle essas entradas e saídas.

E é aí que entra os gerenciadores de email marketing.

Na minha visão existem dois serviços muito importantes que você deve dar uma atenção especial quando você começa a atuar na internet.
1 – O primeiro é contratar uma boa hospedagem.
2 – O segundo é contratar um bom gerenciador de email marketing

Nem preciso falar que existe uma imensidão de opções para você contratar, mas aqui vou me ater a apenas dois bem conhecidos do mercado.

Mailchimp
O Mailchimp é um dos gerenciadores de email mais utilizados no mundo. Um dos maiores fatores competitivos do Maiclhimp é que você pode começar a utilizá-lo gratuitamente.

Se você sabe um pouco de inglês conseguirá utilizá-lo tranquilamente. Ele oferece na sua versão gratuita a possibilidade de você ter até 2.000 contatos e enviar emails para esses contatos gratuitamente.

Eu já fiz alguns tutoriais do Mailchimp onde explico como você pode começar a utilizar o Mailchimp.

Alguns recursos como o envio automático de uma sequencia de emails só é permitido se você contratar a versão paga, que começa com o valor de $10 por mês, cerca de R$ 35,00 dependendo a cotação do dólar.
É um valor bem em conta para um gerenciador de email marketing poderoso como o Mailchimp.

Leadlovers

Agora se você quer algo totalmente brasileiro, nós também temos um pacote bem mais completo que é o LeadLovers.

O Leadlovers é um kit completo onde você terá além de um gerenciador de email, um construtor de páginas de captura e também uma área de membros para você que deseja criar seus cursos online e precisa de uma área exclusiva com login e senha somente para os alunos acessarem.

Além de todo o suporte ser em português e ser bem fácil de utilizar, você tem uma variedade enorme de tutoriais que te ensinam o passo-a-passo da ferramenta.

Conclusão

Então com a primeira parte e essa concluímos o guia completo para você criar um site ou blog de coaching de sucesso.

Agora recapitulando os passos que vimos até aqui:

1 – Contratar dominio no registro.br
2 – Contrara um serviço de hospedagem. Recomendados: Uniquenet ou Hostigator
3 – Instalar o WordPress. Na Uniquenet o suporte fará isso para você.
4 – Escolher um tema para o seu blog. Recomendação Conversion WP.
5 – Escolher um gerenciador de email marketing. Recomedações Mailchimp ou LeadLovers

Seguindo esses 5 passos simples você já conseguir criar um blog para chamar de seu.

Se você gostou desse post ficarei muito feliz se você puder recomendar ele para seus amigos. E se você tiver qualquer dúvida ou sugestão pode deixar nos comentários que ficarei imensamente feliz em te ajudar nessa jornada pela internet.

Vou ficando por aqui, e até o próximo post. 😉

Como criar um site ou blog de coaching de sucesso? Parte 1


Marketing Digital
3 de junho de 2016 • ,

Hello Coaches

Se você é coach e viu na internet uma possibilidade de alcançar um número maior de pessoas provavelmente nesse momento pode estar se sentindo paralisado com algumas dessas questões:

  • É melhor criar um site ou blog de coaching?
  • Qual a diferença em relação a blog?
  • É necessário ter os dois?
  • Qual a vantagem do site e qual a vantagem do blog?

Eu recebo constantemente essas dúvidas dos coaches por email, nos encontros do Coaching in Rio ou na turma da nossa mentoria o Maestria em Coaching e por isso decidi fazer uma série de posts explicando em detalhes os caminhos a seguir e também porque segui-los.

Bem, mas antes de falar se vale a pena criar um site ou blog de coaching é importante perguntar uma coisa à você: Por que você quer ter um site ou blog?

 

Por que ter um site ou blog seria importante para o coach?

Nesse momento, acredito que você já possa ter a sua fanpage no facebook. Esse é um ótimo caminho a seguir para quem quer dar os primeiros passos na internet.

Só que mesmo que você tenha sua fanpage com centenas de fãs, ou seu instagram com vários curtidores na realidade nada disso te pertence.

Isso mesmo.

Tudo isso que você tem aí nas suas redes sociais, e que você acha que é seu na verdade é tudo emprestado.

Você não é dono de nada nas redes sociais. Você até pode pensar que é, mas na verdade tudo isso pertence ao dono da rede social.

Pois independente de que rede social você esteja, seja facebook, instagram, linkedin, pinterest se do dia para a noite eles decidirem acabar com essas redes você também irá desaparecer junto com eles.

  • Então se o facebook acabasse hoje como você ficaria?
  • Como que você ia se comunicar com os seus fãs e seus seguidores?
  • Como você iria interagir com eles?
  • Como que eles iriam te encontrar?

Ter um site ou blog para chamar de seu é exatamente para te prevenir sobre isso, para que você tenha o seu endereço (domínio) e a sua casa (seu site ou blog).

Com seu endereço (domínio) você poderá divulgar isso para os seus amigos e assim eles poderão te encontrar.

E com a sua casa pronta (site ou blog) eles poderão entrar e conhecer melhor como você é, o que você gosta, o que você tem a oferecer…

Além de tudo, o seu site ou blog é personalizável e você poderá deixar ele do jeitinho que você quiser pois ali é você quem manda.

E se nesse ponto do texto você ainda está pensando se vale ou não a pena criar um site ou blog de coaching, nesse post aqui eu compartilhei 11 motivos para todo coach fazer um blog de sucesso.

criar um site ou blog de coaching

Comprar o domínio no meu nome ou no da empresa?

Essa é outra pergunta constante que sempre me fazem: é melhor comprar o endereço (domínio) com o meu nome ou com o nome da minha empresa/projeto?

Aí eu te pergunto: Você quer ser reconhecido como um Coach ou como uma Empresa?

A vantagem de você começar pelo seu nome é que independente do que você for oferecer no futuro, seja um processo individual, um processo em grupo, um ebook, ou um produto online tudo isso veio de uma única fonte que é VOCÊ.

E se no meio do caminho, você resolver rasgar a folha e começar tudo de novo você poderá pois o seu nome já será reconhecido e as pessoas já estarão confiando em VOCÊ.

Pessoas compram de pessoas.

E isso é o tempo todo na nossa vida. Só lembrar quando foi a última vez que alguém te recomendou o serviço de um profissional.

Aquele amigo te falou que o serviço daquele profissional era muito bom, e você comprou isso dele. Você comprou a recomendação do seu amigo, ou seja comprou de uma pessoa.

Agora não perca mais de 10min nessa decisão de comprar o domínio no seu nome ou no nome da empresa.

Se está na dúvida se compra um ou outro, compre os dois.

No registro.br é onde você poderá comprar o seu endereço (domínio) e para começar procure sempre registrar o .com.br. Cada domínio custa R$30 por ano renovável todo ano.

Quais as diferenças entre site e blog?

Tudo bem Dayse, agora que eu já sei qual a importância de ter um site ou blog, qual eu escolho começar?
Um site ou um blog?

Primeiro vamos as diferenças entre cada um.

Um site nada mais é do que uma página estática onde eu chego ali e vejo: o que você oferece, conheço quem é você, o que você faz e só. Bem monótono e apenas informativo.

Um bom exemplo? Site de consultório médico. Você entra ali e verá uma página estática só com as informações de onde é o consultório, horários de atendimento…

Sites são muito utilizados para empresas onde o foco é apenas informar. Não existe muita interação com as pessoas que chegam até ali.

E o blog?

O Blog é algo mais pessoal.

No blog você vai compartilhar o que pensa, o que você sabe, como você pode ajudar uma outra pessoa.

O principal objetivo do blog é compartilhar informações úteis com as pessoas e com isso gerar uma confiança e uma afinidade maior com o seu público.

O conteúdo do blog é mais informal, algo como um bate-papo entre amigos.

Aqui o objetivo é colaborar para que esse amigo interaja com um comentário no final do artigo.

PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE SITE E BLOG

[su_table]

TÓPICOS BLOG SITE
OBJETIVO Informar e interagir com clientes e pessoas interessadas no tema do blog. Informar produtos/serviços da empresa e potencializar negócios.
ESTRUTURA Navegação muito simples com posts ordenados por data e classificados por categorias. Navegação mais rígida e formal. Possui uma Home Page para destacar as principais áreas do site.
CONTEÚDO Mais informal e focado em um tema específico. Atualizado com grande frequência. Mais formal e com fluxo de aprovação mais rígido. Atualizado com pouca frequência.
QUEM GERENCIA Em geral, uma ou mais pessoas especializadas no tema com total autonomia publicação. Área de marketing. Muitos são estáticos e dependem de produtoras web para ter seu conteúdo alterado.
INTERAÇÃO COM O PÚBLICO Os comentários são a grande característica dos blogs. Os visitantes podem comentar os posts e dar opiniões, seja contra ou a favor do conteúdo. A interação com o site em geral são através de formulários de contato, e-mails, e quando muito com atendimento via chat.
DIVULGAÇÃO O blog tem visitas com origem no site principal, mas muitas delas são de visitantes frequentes e, muitas vezes, do Google. O Google gosta de conteúdo frequente, portanto os blogs são muito encontrados nas buscas. Muitos blogs são promovidos de forma “viral”. Divulgação oficial da empresa. O site também é encontrado no Google, mas em geral tem menos apelo “viral”.
FACILIDADE PARA DESENVOLVIMENTO É possível criar um blog em minutos usando plataformas como o WordPress (a mais recomendada) Mais complicado, pois envolve a participação de muitas pessoas. Em geral, é desenvolvido por agências digitais..

[/su_table]

Preciso criar os dois?

Ok Dayse, mas eu preciso criar os dois?

A resposta ideal seria sim, tenha os dois.

Só que para simplificar a sua vida, se você está começando eu indico começar com um blog.

Por que?

Quando falamos de coaching, onde geralmente o processo de fechamento de venda é mais longo, compartilhar informações sobre o que você faz, para quem você faz e como você faz através de artigos em um blog será muito mais eficiente.

Eles precisam enxergar que você é confiável e que sabe bem do que está falando. E mais importante:
Seu cliente precisa enxergar que VOCÊ é a pessoa que vai ajudá-lo a resolver um problema.

Não é apenas vender um processo de coaching, é fazer com que ele entenda que você é a pessoa certa para ele nesse momento.

E você só consegue chegar nesse nível quando está compartilhando seus conhecimentos.

E não fique chateado se ninguém interagir com você no início do seu blog. Muitas das vezes as pessoas estão aqui lendo um post, gostam muito do que estão lendo, entendem tudo o que você falou mas você não saberá quem são essas pessoas.

Mas ele está ali sempre de olho no que você está escrevendo, está ali te acompanhando no facebook, vendo suas fotos no instagram.

E aí um dia, do nada você acorda e recebe um email assim:

Olá Dayse
Nossa como gosto dos seus textos. Eles me ajudam muito. Continue sempre postando no seu blog pois com você aprendo muito e consegui entender e aplicar tudo o que você explica. Você é muito didática e direta, sem muita enrolação como muitos que vemos na internet.

E aí você percebe que mesmo não tendo os 80 comentários que você gostaria no post do seu blog, ou os 100 compartilhamentos no facebook que você desejava, que mesmo assim vale a pena continuar passando horas pesquisando para melhorar e se aprimorar mais a cada dia pois você está realmente fazendo a diferença na vida das pessoas.

Mesmo que por um momento eu não esteja vendo você.

E está tudo bem se você continuar invisível pois o que importa no final de tudo é: Se eu ajudei apenas você que está lendo esse post já estou no lucro.

Bem, agora você já sabe quais as diferenças entre site e blog de coaching e já tem conhecimento para tomar sua decisão.

No próximo post vamos falar como você poderá ter o seu próprio blog. Quais as melhores plataformas e os primeiros serviços que você precisa contratar para ter um blog para chamar de seu.

Agradeço por você ter ficado comigo até aqui.

E se tiver qualquer dúvida ou sugestão é só deixar nos comentários que ficarei feliz em conhecer mais um amigo (a) que antes estava invisível.

Vou ficando por aqui e até o próximo post! ?